Aprendi que não temos limites para sermos felizes o importante mesmo é sempre buscar o que for necessário para essa felicidade que tanto procuramos, tudo depende de nós, só bastar querer! Agradeço aos meus santos e guias por que neles eu encontro uma felicidade muito especial e que através deles o meu contato com Deus e muito mais gratificante! A Casa da Estrela Guia é uma forma de agradecimento a eles! Obrigada!


Seja Bem vindo!!

Independente de qual for sua religião ou crença, sendo Espírita, Católico, Protestante, Evangélico, Kardecista, Budista, entre outras. Aqui neste espaço você encontrará Paz e Luz...


"De a quem você ama: Asas para voar, Raízes para voltar e Motivos para ficar.”Dalai Lama



Minha Meta: Divulgar o candomblé de todas as maneiras possíveis, de forma simples, clara e objetiva e Minha Missão: Ajudar os necessitados sem perguntas, fazendo o bem sem olhar a quem... - Alda da Oxum

Seguidores


Aqui começa mais uma etapa da minha Vida, que quero compartilhar com você. Neste Blog, espero ajudar muitos amigos, parentes e irmãos... Serve para quem sabe muito, pouco ou nada sobre o espiritismo. Ou seja, o Blog também será feito por você, caso tenha alguma dúvida, informação, oração, matérias, ou qualquer assunto sobre Candomblé ou Umbanda, mande para mim, pois um dia alguém precisará e terá aqui no Blog a sua informação. Desde já muito obrigada pela visita, pela ajuda e pelo carinho!


“O Candomblé não é responsável pelos absurdos praticados em seu nome, assim como Jesus Cristo não é responsável pelos absurdos que foram e que são praticados em Seu nome e em nome de seu Evangelho”.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Orixás Regentes de 2016


Muita gente vive perguntando e pesquisando sobre quais os orixás irão reger o ano que se aproxima... e quando li a respeito, quis compartilhar com vocês... Para quem não sabe a “Virada de Ano”, entra sempre na força das energias da natureza que são os Orixás!

Mas antes de falarmos em 2016, irei falar sobre 2015...

Creio que para muitos 2015 foi um ano muito difícil, em todos os aspectos.

Dramatização? Não! Vi muita gente passando por provações indescritíveis. E todos estão cansados, exaustos. Tenho ouvido muito: Esse ano já pode acabar, já deu tudo o que tinha que dar.



E é fato!!! Além de todas as crises e violências do mundo, passamos por desgastes emocionais. Foram muitas as perdas físicas, emocionais e afetivas.



E então quando li que o ano será regido por Oxalá e Iemanjá, comecei a pensar e analisar... Imagino que será um ano sereno, tranquilo e com muitas vitórias. Que Oxalá traga equilíbrio e Iemanjá traga a calmaria.

Epa Epa Babá! Odociaba Yemanjá, Odoyá! #QueVenha2016 #QueVenhaComPaz #QueVenhaComAmor #QueNosTragaSorteEFartura #PorUmFuturoMelhor




Obrigada pela visita e Volte sempre!!
Axé sempre em seus Caminhos!!!
Abraços!!

Alda d' Osun


sábado, 17 de outubro de 2015

Dica de Bruxa


Para viver um Grande Ano
Essa poção serve para você ter Proteção, Sorte e Poder.
Ela deve ser feita na primeira Lua Cheia do Ano.



1 pitada de sal grosso
1 pitada de noz moscada
1 pitada de pimenta do reino
1 pau de canela
1 folha de louro
250 ml de água
5 ml de álcool para conservar

Leve todos os ingredientes ao fogo menos o álcool e deixe ferver por 2 minutos. Após desligue o fogo e deixe esfriar. Não precisa coar, passe tudo para um borrifador e acrescente o álcool. Leve essa poção para o banho de Lua por 3 horas. Sua poção está pronta. Borrife pela casa sempre após a limpeza. Ela é muito poderosa.

Obrigada pela visita e Volte sempre!!
Axé sempre em seus Caminhos!!!
Abraços!!

Alda d' Osun


sábado, 26 de setembro de 2015

Mariene De Castro - São Cosme e São Damião



Ê Cosme, ê Cosme
Damião mandou chamar
Que viesse nas carreiras
Para brincar com Iemanjá

Cosme e Damião
Vem comer seu caruru
Cosme e Damião
Vem que tem caruru pra tu

São Cosme mandou fazer
Duas camisinha azul
No dia da festa dele
São cosme quer caruru

Vadeia cosme, vadeia
To vadiando na areia

São Cosme São Damião
Dois meninos quer brincar
Bate palma sereia no mar
Dois dois ele quer adiar
Dois dois ele
brinca no mar

Cosme e Damião
Ô cadê dou
Cosme e Damião
Vem comer seu caruru

Vadeia dois-dois
Vadeia no mar
A casa é sua dois dois
Eu quero ver vadiar

Vamos levantar
o cruzeiro de Jesus
Pro céu, pro céu
Pro céu da Santa Cruz
  
Obrigada pela visita e Volte sempre!!
Axé sempre em seus Caminhos!!!
Abraços!!

Alda d' Osun


sábado, 12 de setembro de 2015

Os Erês



No Candomblé, Erê é o intermediário entre a pessoa e o seu Orixá, é o aflorar da criança que cada um guarda dentro de si; reside no ponto exato entre a consciência da pessoa e a inconsciência do orixá. É por meio do Erê que o Orixá expressa a sua vontade, que o noviço aprende as coisas fundamentais do candomblé, como as danças e os ritos específicos do seu Orixá.

A palavra Erê vem do yorubá, iré, que significa “brincadeira, divertimento”. Daí a expressão siré que significa “fazer brincadeiras”. O Erê (não confundir com criança que em yorubá é omodé) aparece instantaneamente logo após o transe do orixá, ou seja, o Erê é o intermediário entre o iniciado e o orixá.

Durante o ritual de iniciação no Candomblé, o Erê é de suma importância pois, é o Erê que muitas das vezes trará as várias mensagens do orixá do recém-iniciado.

O Erê às vezes confundido com Ibeji, na verdade é a inconsciência do novo omon-orixá, pois o Erê é o responsável por muita coisa e ritos passados durante o período de reclusão. O Erê conhece todas as preocupações do iyawo (filho), também, aí chamado de omon-tú ou “criança-nova”. O comportamento do iniciado em estado de “Erê” é mais influenciado por certos aspectos da sua personalidade, que pelo carácter rígido e convencional atribuído ao seu orixá. Após o ritual do orúko, ou seja, nome de iyawo segue-se um novo ritual, ou o reaprendizado das coisas chamado Apanan.

A confusão entre Ibeji e Erê é muito frequente, ao ponto que em algumas casas de candomblé e batuque Ibeji é referido como Erê (criança) que se manifesta após a chegada do orixá, em outras são cultuados como Xangô e ou Oxum crianças. Porém na verdade Ibeji é um orixá independente dos Erês. Dado o fato conhecido e recorrente de que muita gente transita entre o Candomblé e a Umbanda, é também natural que esta confusão se acentue, dados os conceitos e entendimentos diferentes que existem nas duas religiões e que muitas vezes as pessoas não conseguem diferenciar.

Na Umbanda, Erês, Ibejada, Dois-Dois, Crianças, ou Ibejis são entidades de carácter infantil, que simbolizam pureza, inocência e singeleza e se entregam a brincadeiras e divertimentos. Pedem-lhes ajuda para os filhos, para fazer confidências e resolver problemas. Geralmente supõe-se que são espíritos que desencarnaram com pouca idade e trazem características da sua última encarnação, como trejeitos e fala de criança e o gosto por brinquedos e doces. Diz-se que optaram por continuar sua evolução espiritual através da prática de caridade, incorporando em médiuns nos terreiros de Umbanda. São tidos como mensageiro dos Orixás, respeitados pelos caboclos e pretos-velhos. Geralmente, são agrupados em uma linha própria, chamada de Linha das Crianças, Linha de Yori ou Linha de Ibeji. Costumam ter nomes típicos de crianças brasileiras, como Rosinha, Mariazinha, Ritinha, Pedrinho, Paulinho e Cosminho. Seus líderes de falange incluem Cosme e Damião. Comem bolos, balas, refrigerantes, normalmente guaraná e frutas.

#Erê #Candomblé #Umbanda #Ibejada #SalveAsCrianças #Setembro



Obrigada pela visita e Volte sempre!!
Axé sempre em seus Caminhos!!!
Abraços!!

Alda d' Osun


Amalá para Xangô



É essencial que o silêncio seja mantido quando está picando o quiabo para preparação da comida de Xangô.

- Quando se começa a picar o quiabo para fazer o Amalá devemos manter o silêncio.

- Não podemos bater papo com nossos irmãos.

- Devemos deixar ao lado um copo com água para que nós nos mantenhamos ali naquele local sem precisar levantar até terminar de picar todo o quiabo.

- As pessoas que foram convocadas para picar o quiabo devem encarar isso como uma Honra.

- Não devemos ter pensamentos ruins porque Xangô é um Orixá que é da justiça.

- Quem pica o Quiabo para o Amalá de Xangô não deve ficar calçado, a pessoa deve tirar os chinelos, sapatos e etc.

- Existem muitas variações e formas de picar o quiabo, sem entrar em mérito de cada casa, o mais comum é que comece peças pontas em cruz e picar da ponta até o cabo do quiabo, bem pequeno.

O Amalá é uma comida extremamente cautelosa de ser feita, a energia que corre no terreiro é imensa e deve ser aproveitada por todos, e lembre-se CUIDADO COM O PEDIR NO AMALÁ, Xangô tem um machado que corta para os dois lados!!! #Kabecile




Obrigada pela visita e Volte sempre!!
Axé sempre em seus Caminhos!!!
Abraços!!

Alda d' Osun


Orixás

Orixás

Agradecimento


click to create your own


”Bem amados, intensificai vossas orações para que vosso planeta e vossos irmãos possam superar todos os obstáculos que se apresentam neste momento de transição.”


Postagens populares