Aprendi que não temos limites para sermos felizes o importante mesmo é sempre buscar o que for necessário para essa felicidade que tanto procuramos, tudo depende de nós, só bastar querer! Agradeço aos meus santos e guias por que neles eu encontro uma felicidade muito especial e que através deles o meu contato com Deus e muito mais gratificante! A Casa da Estrela Guia é uma forma de agradecimento a eles! Obrigada!


Seja Bem vindo!!

Independente de qual for sua religião ou crença, sendo Espírita, Católico, Protestante, Evangélico, Kardecista, Budista, entre outras. Aqui neste espaço você encontrará Paz e Luz...


"De a quem você ama: Asas para voar, Raízes para voltar e Motivos para ficar.”Dalai Lama



Minha Meta: Divulgar o candomblé de todas as maneiras possíveis, de forma simples, clara e objetiva e Minha Missão: Ajudar os necessitados sem perguntas, fazendo o bem sem olhar a quem... - Alda da Oxum

Seguidores


Aqui começa mais uma etapa da minha Vida, que quero compartilhar com você. Neste Blog, espero ajudar muitos amigos, parentes e irmãos... Serve para quem sabe muito, pouco ou nada sobre o espiritismo. Ou seja, o Blog também será feito por você, caso tenha alguma dúvida, informação, oração, matérias, ou qualquer assunto sobre Candomblé ou Umbanda, mande para mim, pois um dia alguém precisará e terá aqui no Blog a sua informação. Desde já muito obrigada pela visita, pela ajuda e pelo carinho!


“O Candomblé não é responsável pelos absurdos praticados em seu nome, assim como Jesus Cristo não é responsável pelos absurdos que foram e que são praticados em Seu nome e em nome de seu Evangelho”.

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Pontos de Ogum (4)


Ogum olha sua bandeira
É branca, é verde, é encarnada
Ogum, nos campos de batalha
Ele venceu a guerra
Sem perder soldados

Montado em seu cavalo branco
Ele vem beirando o mar
Traz no peito uma estrela dourada
Traz nos braços Mamãe Iemanjá
Sarava Ogum
Sarava Ogum
Sarava Ogum Beira Mar

São Jorge e a Sereia
São dois dragões de guerra
(bis)
Sereia rainha do mar
São Jorge é rei da Terra

Seu Ogum Beira Mar
O que trouxe do mar ?
(bis)
Quando ele vem
Beirando areia
Traz na mão direita
O rosário de Mamãe Sereia

Sete Ondas na Terra
Sete Ondas no mar
Sete Ondas na Umbanda
Sete Ondas no gongá
Segura a pemba ê, ê
Segura a pemba ê, á
Segura a pemba
Deixa as ondas navegar

Quem chegou nesse gongá
Saravando seu irmão
Quem chegou nesse gongá
Saravando seu irmão
Ele é capitão
Ele é capitão
Nas matas da Jurema
Ele é capitão

Dizem queTatá é Tatá
Ele é de Tatá auê, mauê
Olha Ogum general, mauê
Olha Ogum Barlabá

Tatá, Tatá é rei de Umbanda
Tatá, São Jorge venceu demanda

Olha Ogum está de ronda
Quem está chamando é São Miguel
Lê, lê, lê na linha de Umbanda
Quem está chamando é São Miguel

No campo do Humaitá
Ogum Megê
Eu vi uma nação florir
Ogum Megê
Auê, auê, auê
Ogum Megê

(pólvora)
O homem que fuma e bebe, ô ganga,
É Ogum Megê, ô ganga
Gerê, gerê, gerê, ô ganga
É Ogum Megê, ô ganga

Quando Ogum chega no reino
Todo mundo diz: Sarava Seu Ogum
(bis)

Ogum é filho macutaia
Ogum macutaia malembe
Auê, Tatá de Umbanda
Auê, salve Ogum na Aruanda

Diz Ogum general de Umbanda
Diz mamãe que mironga tem
Ganga e ganga a ganga
É oi canjira

Da sua banda estão me chamando
Ogum Megê chegou
Da sua banda estão me chamando
Ogum Megê baixou

Ogum é filho da Macutaia
Ogum Macutaia Maleme
Auê Tatá de Umbanda
Auê salve Ogum na Aruanda

Seu Ogum Beira Mar
O que trouxes do mar ?
Seu Ogum Beira Mar
O que trouxes do mar ?
Quando ele vem
Beirando a areia
Vem trazendo no braço direito
O rosário de Mamãe Sereia
Quando ele vem
Beirando a areia
Vem trazendo no braço direito
O rosário de Mamãe Sereia

Ogum venceu demanda
Nos campos do Humaitá
Ogum venceu demanda
Nos campos do Humaitá
Cruzou sua espada na areia
Lavou seu escudo no mar
Cruzou sua espada na areia
Lavou seu escudo no mar

Em seu cavalo branco ele vem montado
Calçando botas ele, vem armado
O vinde , vinde , vinde
Nosso Salvador
O vinde , vinde , vinde
São Jorge defensor

Ogum não devia beber
Ogum não devia fumar
A fumaça é as nuvens que passam
E a cerveja é a espuma do mar
A fumaça é as nuvens que passam
E a cerveja é a espuma do mar

Cavaleiro na porta bateu
Eu passei a mão na pemba para ver quem era…
Cavaleiro na porta bateu
Eu passei a mão na pemba para ver quem era…
Era São Jorge guerreiro, minha gente !
Cavaleiro na força e na fé
Era São Jorge guerreiro, minha gente !
Cavaleiro na força e na fé

Eu venho de Alta cidade
Venho saudar a aldeia de umbanda
Estou saudando São Jorge Guerreiro
Com licença de Ogum da Ronda

Ogum de Ronda
Salve Ogum de Ronda
Salve Ogum de Ronda que acaba de chegar
Ogum de Ronda
Ele é guerreiro
Chegou nesse terreiro
Pro seus filhos ajudar
Ogum de Ronda
Em seu cavalo branco
Corre em todas as campinas
Do nosso pai Oxalá
Ogum de Ronda
Salve Ogum de Ronda
Salve Ogum de Ronda que acaba de chegar

Que cavaleiro é aquele
Que vem cavalgando pelo céu azul
É seu Ogum Rompe Mato
Ele é defensor do cruzeiro do Sul
E a e
E e aaaa
E e e seu Ventania
Pisa na Umbanda
E a e
E e aaaa
E e e seu Ogum
Pisa na Umbanda
Olha que barco bonito
Que vem navegando em pleno mar
É seu Ogum Sete Ondas
Que vem ao encontro
De Ogum Beira Mar

Ogum de Lei
Não me deixes sofrer tanto assim
Meu pai
Ogum de Lei
Não me deixes sofrer tanto assim
Meu pai
Quando eu morrer
Vou passar em Aruanda
Saravá Ogum
Saravá Seu Sete Ondas
Quando eu morrer
Vou passar em Aruanda
Saravá Ogum
Saravá Seu Sete Ondas
r style� O o s �� � aracter:line-break'>
Sarava Ogum
Ogum é o nosso guia
Sentou praça da cavalaria
Ele é guarda, da Virgem Maria

Seu Ogum diz que não é rei de Umbanda
Mas diz que manda, nos filhos seus
Seu Ogum é meu Pai
Seu Ogum é meu guia
Seu Ogum é meu Pai
Vivo com Deus e a Virgem Maria

Ogum olha sua bandeira
É branca, é verde, é encarnada
Ogum, nos campos de batalha
Ele venceu a guerra
Sem perder soldados

Montado em seu cavalo branco
Ele vem beirando o mar
Traz no peito uma estrela dourada
Traz nos braços Mamãe Iemanjá
Sarava Ogum
Sarava Ogum
Sarava Ogum Beira Mar

São Jorge e a Sereia
São dois dragões de guerra
(bis)
Sereia rainha do mar
São Jorge é rei da Terra

Seu Ogum Beira Mar
O que trouxe do mar ?
(bis)
Quando ele vem
Beirando areia
Traz na mão direita
O rosário de Mamãe Sereia

Sete Ondas na Terra
Sete Ondas no mar
Sete Ondas na Umbanda
Sete Ondas no gongá
Segura a pemba ê, ê
Segura a pemba ê, á
Segura a pemba
Deixa as ondas navegar

Quem chegou nesse gongá
Saravando seu irmão
Quem chegou nesse gongá
Saravando seu irmão
Ele é capitão
Ele é capitão
Nas matas da Jurema
Ele é capitão

Dizem queTatá é Tatá
Ele é de Tatá auê, mauê
Olha Ogum general, mauê
Olha Ogum Barlabá

Tatá, Tatá é rei de Umbanda
Tatá, São Jorge venceu demanda

Olha Ogum está de ronda
Quem está chamando é São Miguel
Lê, lê, lê na linha de Umbanda
Quem está chamando é São Miguel

No campo do Humaitá
Ogum Megê
Eu vi uma nação florir
Ogum Megê
Auê, auê, auê
Ogum Megê

(pólvora)
O homem que fuma e bebe, ô ganga,
É Ogum Megê, ô ganga
Gerê, gerê, gerê, ô ganga
É Ogum Megê, ô ganga

Quando Ogum chega no reino
Todo mundo diz: Sarava Seu Ogum
(bis)

Ogum é filho macutaia
Ogum macutaia malembe
Auê, Tatá de Umbanda
Auê, salve Ogum na Aruanda

Diz Ogum general de Umbanda
Diz mamãe que mironga tem
Ganga e ganga a ganga
É oi canjira

Da sua banda estão me chamando
Ogum Megê chegou
Da sua banda estão me chamando
Ogum Megê baixou

Ogum é filho da Macutaia
Ogum Macutaia Maleme
Auê Tatá de Umbanda
Auê salve Ogum na Aruanda

Seu Ogum Beira Mar
O que trouxes do mar ?
Seu Ogum Beira Mar
O que trouxes do mar ?
Quando ele vem
Beirando a areia
Vem trazendo no braço direito
O rosário de Mamãe Sereia
Quando ele vem
Beirando a areia
Vem trazendo no braço direito
O rosário de Mamãe Sereia

Ogum venceu demanda
Nos campos do Humaitá
Ogum venceu demanda
Nos campos do Humaitá
Cruzou sua espada na areia
Lavou seu escudo no mar
Cruzou sua espada na areia
Lavou seu escudo no mar

Em seu cavalo branco ele vem montado
Calçando botas ele, vem armado
O vinde , vinde , vinde
Nosso Salvador
O vinde , vinde , vinde
São Jorge defensor

Ogum não devia beber
Ogum não devia fumar
A fumaça é as nuvens que passam
E a cerveja é a espuma do mar
A fumaça é as nuvens que passam
E a cerveja é a espuma do mar

Cavaleiro na porta bateu
Eu passei a mão na pemba para ver quem era…
Cavaleiro na porta bateu
Eu passei a mão na pemba para ver quem era…
Era São Jorge guerreiro, minha gente !
Cavaleiro na força e na fé
Era São Jorge guerreiro, minha gente !
Cavaleiro na força e na fé

Eu venho de Alta cidade
Venho saudar a aldeia de umbanda
Estou saudando São Jorge Guerreiro
Com licença de Ogum da Ronda

Ogum de Ronda
Salve Ogum de Ronda
Salve Ogum de Ronda que acaba de chegar
Ogum de Ronda
Ele é guerreiro
Chegou nesse terreiro
Pro seus filhos ajudar
Ogum de Ronda
Em seu cavalo branco
Corre em todas as campinas
Do nosso pai Oxalá
Ogum de Ronda
Salve Ogum de Ronda
Salve Ogum de Ronda que acaba de chegar

Que cavaleiro é aquele
Que vem cavalgando pelo céu azul
É seu Ogum Rompe Mato
Ele é defensor do cruzeiro do Sul
E a e
E e aaaa
E e e seu Ventania
Pisa na Umbanda
E a e
E e aaaa
E e e seu Ogum
Pisa na Umbanda
Olha que barco bonito
Que vem navegando em pleno mar
É seu Ogum Sete Ondas
Que vem ao encontro
De Ogum Beira Mar

Ogum de Lei
Não me deixes sofrer tanto assim
Meu pai
Ogum de Lei
Não me deixes sofrer tanto assim
Meu pai
Quando eu morrer
Vou passar em Aruanda
Saravá Ogum
Saravá Seu Sete Ondas
Quando eu morrer
Vou passar em Aruanda
Saravá Ogum
Saravá Seu Sete Ondas


Abraços
Alda da Oxum

Nenhum comentário:

Orixás

Orixás

Agradecimento


click to create your own


”Bem amados, intensificai vossas orações para que vosso planeta e vossos irmãos possam superar todos os obstáculos que se apresentam neste momento de transição.”


Postagens populares