Aprendi que não temos limites para sermos felizes o importante mesmo é sempre buscar o que for necessário para essa felicidade que tanto procuramos, tudo depende de nós, só bastar querer! Agradeço aos meus santos e guias por que neles eu encontro uma felicidade muito especial e que através deles o meu contato com Deus e muito mais gratificante! A Casa da Estrela Guia é uma forma de agradecimento a eles! Obrigada!


Seja Bem vindo!!

Independente de qual for sua religião ou crença, sendo Espírita, Católico, Protestante, Evangélico, Kardecista, Budista, entre outras. Aqui neste espaço você encontrará Paz e Luz...


"De a quem você ama: Asas para voar, Raízes para voltar e Motivos para ficar.”Dalai Lama



Minha Meta: Divulgar o candomblé de todas as maneiras possíveis, de forma simples, clara e objetiva e Minha Missão: Ajudar os necessitados sem perguntas, fazendo o bem sem olhar a quem... - Alda da Oxum

Seguidores


Aqui começa mais uma etapa da minha Vida, que quero compartilhar com você. Neste Blog, espero ajudar muitos amigos, parentes e irmãos... Serve para quem sabe muito, pouco ou nada sobre o espiritismo. Ou seja, o Blog também será feito por você, caso tenha alguma dúvida, informação, oração, matérias, ou qualquer assunto sobre Candomblé ou Umbanda, mande para mim, pois um dia alguém precisará e terá aqui no Blog a sua informação. Desde já muito obrigada pela visita, pela ajuda e pelo carinho!


“O Candomblé não é responsável pelos absurdos praticados em seu nome, assim como Jesus Cristo não é responsável pelos absurdos que foram e que são praticados em Seu nome e em nome de seu Evangelho”.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

O que são as Ervas na Umbanda





Na Umbanda, utiliza-se litúrgica e ritualisticamente, as ervas de nossa flora para amacís, imantações, banhos de descarga, etc. As Plantas dos Orixás se dividem em 3 grupos primordiais, à saber: POSITIVAS, NEGATIVAS e NEUTRAS.

Elas são assim catalogadas, conforme a fase lunar da colheita.

Positivas – Deverão ser colhidas na fase Crescente ou Cheia
Neutras – Deverão ser colhidas na fase Nova
Negativas – Deverão ser colhidas na fase Minguante

Entretanto a sua polarização final vai sempre depender das seguintes condições explícitas:

Vibração de quem vai usá-la
Vibração das demais ervas utilizadas
Vibração da intenção com que serão usadas

POSITIVAS: são ervas que, quando usadas, só positivam, não podendo ser intrinsecamente usadas para outro tipo de trabalho.

NEUTRAS: são todas as ervas que servem para, material ou espiritualmente, neutralizar o efeito de outras ervas, o efeito de doenças, assim como o efeito de vibrações negativas e/ou positivas.

NEGATIVAS: são ervas usadas explicitamente para negativar. A erva é sempre positiva quando colhida nos dois primeiros dias da lunação respectiva; a dita erva torna-se neutra quando colhida nos 3o , 4o e 5o dias da lunação, e negativa quando colhida nos 6o e 7o dias da lunação. Diz-se Dia de Lunação, porque as ervas devem ser colhidas das 6hs às 18hs, portanto sob o efeito dos raios solares (apesar de regidas pelas fases da lua). Jamais deve-se colher uma erva antes das 6hs ou depois das 18hs, como também, nunca se deve plantar qualquer erva no mesmo período.

As ervas devem ser usadas de três formas diferentes:

Para efeito medicinal as ervas podem ser usadas:

Como tratamento preventivo – Para uso preventivo, as plantas devem ser colhidas nos 1  e 2  dias da lunação respectiva.

Como tratamento normal da doença – Para uso no tratamento normal da doença as plantas devem ser colhidas nos 3 , 4  e 5º dias da lunação respectiva.

Como abortivo rápido e definitivo da referida doença – Para uso como abortivo as plantas devem ser colhidas sempre no 6  e 7  dias da lunação respectiva.

Para efeito litúrgico as ervas podem ser usadas:

Como imã, para atrair as vibrações do Orixá desejado – Como imã, as ervas devem ser colhidas nos 1º, 2  e 3 dias da lunação respectiva.

Como neutralizante entre duas forças ou Orixás – Como neutralizante, as ervas devem ser colhidas nos 3º, 4  e 5 dias da lunação respectiva.

Como ação repulsiva ao Orixá não desejado – Para efeito repulsivo, as ervas devem ser colhidas nos 6  e 7  dias da lunação respectiva.

Para efeito ritualístico as ervas podem ser usadas:

Como afirmação ou concordância de efeito litúrgico – Como afirmação, as ervas devem ser colhidas nos 1o e 2o dias da lunação respectiva.

Como equilíbrio entre as forças vibratórias implantadas durante a ação litúrgica – Como equilíbrio, as ervas devem ser colhidas nos 3º, 4  e 5  dias da lunação respectivo.

Como discordância com as forças imantadas – Como discordância (descarga), as ervas devem ser colhidas nos 6  e 7  dias da lunação respectiva.

Entende-se por força imantada, toda a vibração atuante no Ser, mesmo que seja à revelia do mesmo.

Caso não possa colher as ervas diretamente procure sempre ervas de boa qualidade para seus banhos e amacis.

Evite esses banhos já preparado tais como banho do amor, felicidade, fortuna etc.

Depois dos seus guias, pais e mães de santo não há outra pessoa melhor do que você mesmo para imantar seus banhos pois nele está as vibrações do seus orixás pai e mãe de cabeça juntamente com seus guias.

Irmãos lembrem-se que seu Pai ou Mãe no Santo, que devem confirmar estas ervas, com as ervas não devemos brincar, nem mesmo fazer uso das mesmas, sem termos conhecimento...

Abraços
Alda da Oxum

 

Nenhum comentário:

Orixás

Orixás

Agradecimento


click to create your own


”Bem amados, intensificai vossas orações para que vosso planeta e vossos irmãos possam superar todos os obstáculos que se apresentam neste momento de transição.”


Postagens populares