Aprendi que não temos limites para sermos felizes o importante mesmo é sempre buscar o que for necessário para essa felicidade que tanto procuramos, tudo depende de nós, só bastar querer! Agradeço aos meus santos e guias por que neles eu encontro uma felicidade muito especial e que através deles o meu contato com Deus e muito mais gratificante! A Casa da Estrela Guia é uma forma de agradecimento a eles! Obrigada!


Seja Bem vindo!!

Independente de qual for sua religião ou crença, sendo Espírita, Católico, Protestante, Evangélico, Kardecista, Budista, entre outras. Aqui neste espaço você encontrará Paz e Luz...


"De a quem você ama: Asas para voar, Raízes para voltar e Motivos para ficar.”Dalai Lama



Minha Meta: Divulgar o candomblé de todas as maneiras possíveis, de forma simples, clara e objetiva e Minha Missão: Ajudar os necessitados sem perguntas, fazendo o bem sem olhar a quem... - Alda da Oxum

Seguidores


Aqui começa mais uma etapa da minha Vida, que quero compartilhar com você. Neste Blog, espero ajudar muitos amigos, parentes e irmãos... Serve para quem sabe muito, pouco ou nada sobre o espiritismo. Ou seja, o Blog também será feito por você, caso tenha alguma dúvida, informação, oração, matérias, ou qualquer assunto sobre Candomblé ou Umbanda, mande para mim, pois um dia alguém precisará e terá aqui no Blog a sua informação. Desde já muito obrigada pela visita, pela ajuda e pelo carinho!


“O Candomblé não é responsável pelos absurdos praticados em seu nome, assim como Jesus Cristo não é responsável pelos absurdos que foram e que são praticados em Seu nome e em nome de seu Evangelho”.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Novembro – Mês das Almas




Um dos cultos mais antigos e que esteve presente em quase todas as religiões, em especial as mais antigas é o culto aos mortos. A principio era ligado aos cultos agrários e de fertilidade. Para os mais antigos, os mortos eram como sementes, e por isso eram enterrados com vistas à ressurreição.

O dia dos mortos na prática da Igreja Católica surgiu como uma ligação suplementar entre mortos e vivos. O mundo em geral, tanto religiosos como profano aderiu a tal prática. No século I, os cristãos visitavam os mortos em seus túmulos para rezar pelos que morreram, mas iam apenas ao tumulo dos mártires.

Já no século V, um dia do ano era dedicado para rezar por todos os mortos, a igreja rezava por aqueles que ninguém mais lembrava. Exatamente no século X, a Igreja Católica estabeleceu um dia oficial para os mortos (Dia de Finados). Foi a partir do século XI, que os papas Silvestre II, João XVII e Leão IX passaram a forçar a comunidade a dedicar um dia aos mortos.

No século XIII, tal data passou a ser comemorada no dia 2 de novembro, pois no dia 1º de novembro é a festa de Todos os Santos (celebra todos os que morreram em estado de graça e não foram canonizados). Atualmente as pessoas comemoram o dia dos mortos, levando flores aos túmulos e participam dos eventos ecumênicos de tal data.

Na verdade o culto do dia 02/11 tinha o intuito de orar por aqueles que foram esquecidos ao longo dos anos. Porém tornou-se uma data culturalmente lembrada. Algumas pessoas visitam os túmulos por ser finados não por realmente lembrarem de seus antepassados. E acredito que esta cultura esta se esvaindo neste século , já que a crença em que somente o corpo se extingue ali e que o espírito permanece vivo em outras dimensões vem crescido a cada dia.

Bom para o Umbandista a data não tem nada muito especial, podendo ser cultuado neste dia os pretos velhos, por serem almas benditas. Mas para os Quimbandeiros o dia 02/11 , bem como todo o mês de novembro é um mês de festa. Já que este assim como o tempo de quaresma e o agosto é um mês particular do povo de EXU. Sabe-se que não é o melhor período para por exemplo rituais de cabeça, exatamente porque não se abre um plexo (ponto de contato espiritual), em um mês onde existe forte contato com os espíritos não somente evoluídos!

Bem o povo da quimbanda, ou povo de Rua, como é mais conhecido, é formado por espíritos que tem um contato e experiências muito mais humanas. São espíritos que são mais ligados a nós, por terem esse contato maior com o que é mundano.

Podem ser conhecidos como espíritos errantes, já que em suas existências anteriores criaram carmas bastante complexos estes os quais os manterão na maioria deles durante séculos vivendo em Umbrais mais densos que os demais espíritos. Já li alguns blogs dizerem que os Exus são espíritos de muita luz, que não fizeram nada de errado. Porém se parar pra pensar um espírito que lutou pelos demais irmãos , pela caridade, por Deus este se tornaria um Exu? Não seria ele então um Orixá, ou caboclo, espíritos que sofreram ou não em suas passagens terrenas, mas que principalmente utilizaram de suas experiências anteriores em prol da humanidade trabalhando espiritualmente no auxilio ao próximo?

Sabemos que a maioria dos Exus foram espíritos obsessores, Quiumbas antes de aceitarem guarnecerem uma missão. Que no desencarne não aceitaram as provações em vida, e permaneceram por um grande espaço de tempo em Umbrais.

Na quimbanda estes espíritos hoje convidados a serem guardiões de trabalhos espirituais vem em sessões para atuarem junto aos assistentes da casa, em aberturas de caminhos, questões amorosas, questões financeiras e até mesmo de saúde. Atuam de forma mais material normalmente  através da troca de favores. Por isso nesta data são lembrados e a eles normalmente são oferecidos agrados, velas, bebidas em portões de cemitérios e até mesmo na cruz das almas.

Algumas casas dão festa em comemoração a estes espíritos em agradecimentos por demandas vencidas!



Obrigada pela visita e Volte sempre!!
Axé sempre em seus Caminhos!!!
Abraços!!

Alda da Oxum


Nenhum comentário:

Orixás

Orixás

Agradecimento


click to create your own


”Bem amados, intensificai vossas orações para que vosso planeta e vossos irmãos possam superar todos os obstáculos que se apresentam neste momento de transição.”


Postagens populares